Relembrar é viver: Retrospectiva BBBs

Bic Muller - 15:42
A gente percebe como o BBB11 tá zzzzzzzzzzzzRONC quando o melhor pra postar sobre ele é fazer uma retrospectiva dos melhores momentos desde a primeira edição.
Pois bem, vamos ver o que teve de melhor do pior nessas 11 edições do programa..


BBB 1:

O BBB 1 foi aquele programa que nem a gente e nem eles sabiam direito o que tava acontecendo, obviamente porque foi o primeiro. Teve sexo na casa, teve bulímica na casa e teve a primeira boneca que ganhou um BBB



BBB2:

A segunda edição teve a Tina. Amada Tina, que pirou, bateu panela, pintou rosto, jogou roupa dos outros participantes na piscina e quase foi agredida lá dentro. Bons tempos, viu? Bons tempos...



BBB 3:

No BBB 3 começou a minha saga de todos os participantes que eu mais odiava ganharem o programa. Teve a Sabrina que tá aí até hoje e teve o Dhomini, que torrou todo o prêmio e graças a Deus sumiu da mídia.



BBB 4:

Esta edição foi boa. Teve a Cida, o coveiro, a Solange infernizando todo mundo. Teve o Buba, que morreu e teve o Dourado que não morreu e voltou no BBB 10. Mas o melhor foi a briga mais surreal de todas as edições, com Marcela e Solange de peruca e sombrero bêbadas de tequila, vale a pena rever:




BBB 5:

A quinta edição só se salvou porque Boninho pesou a mão na edição e criou o primeiro vilão de verdade nos BBBs. Teve a Aline X9 que entrou por sorteio e saiu com 90% de rejeição. E o Rogério, que foi tão odiado que nem publicidade e desfile ele conseguiu fazer depois que saiu da casa. Teve também Grazi e Alan. Nunca entendi porque ela passou anos com esse cara feio, só isso.



BBB 6:

O BBB 6 foi a edição mais sonolenta de todas as 11. Só me lembro que o Bruno Chateaubriand participou dela.




BBB 7:

No BBB 7 inaugurou-se uma era de idolatrar casais de BBBs com Irislene e Alemão. Inaugurou-se também a era de fãs clubes xiitas de BBBs e acho que foi aí que começou a cagar o programa, pelo menos pra nós, pessoas normais. Foi a edição que eu mais fiquei deprimida por alguém ter vencido, porque odiava Alemão e Siri de morte. ps: amava a Fani.




BBB 8:

O 8 teve a Gyselle (escreve assim mesmo) que não lavava o cabelo, teve nosso querido doutor Marcelo (que hoje em dia é um dos melhores comentaristas de BBB) e teve o primeiro EMO ganhando o prêmio. Teve também meu ódio platônico por aquela Thati Bione que era chata até eu gritar CHEGA e cancelar o pay per view.



BBB 9:

Esta edição teve o Lado B, que pra mim foi um participante à parte. Pri, Milena, Max, Flávio, que eu adorava mesmo. Teve Josiane que comia que nem uma sem teto, teve o véio tarado que não lembro o nome e Naiá, que deu um show de horrores à parte. Teve casa de vidro, quarto branco e várias coisas que deram um fôlego novo no programa. Aliás, estamos na espera do Boninho surpreender novamente desde então e NADA.
E teve Ana, que era mimada, chata, birrenta, falava que nem criança, teve alergia na bunda e usou sabão em pó pra matar formiga na casa. Aliás, taí uma pessoa que não suporto até hoje, junto com a Francine. (fã clube da francine vindo me xingar em 3...2..1..)





BBB 10:

O 10 foi o primeiro programa que acompanhamos em tempo real aqui no blog e no twitter, teve tessália debaixo do edredon, elenita tentando fugir da casa pela porta da frente hahaaha, liah olhando no olho, a inesquecível prova do Minuano que eles ficaram hooooras levando detergente na cabeça e dançando: Esfrega, esfrega, esfrega o esponjão.
teve o Dourado vencendo e deixando a gente em depressão profunda por uma semana inteirinha.
mas pra mim, de longe o melhor do BBB 10 foram os prints da Elenita chorando.
não me julguem.





Publicado por Bic Muller TAGS:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
siga-nos twitter
Bic Müller Thiago Pasqualotto
@bicmuller
@thiago_p